Em 2020, Amazonas apresenta perda de 14,9 mil empregos


O Amazonas teve o pior desempenho da região Norte no mês de junho, demitindo mais que admitindo, segundo os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).

De acordo com os dados divulgados nesta terça-feira (28) pelo Ministério da Economia, apesar de junho ter tido uma melhora em relação a maio, quando apresentou saldo negativo de – 4.918 empregos formais, no mês passado, o Amazonas seguiu com saldo negativo: – 273.

De acordo com o Caged, em junho, houve 7.853 admissões no Amazonas. No entanto, as demissões foram superiores ao número de admissões, chegando a 8.126.

Segundo o Ministério da Economia, no acumulado de janeiro a junho de 2020, o Amazonas apresentou saldo negativo de 14,9 mil empregos.


Com informações do Estado Político

Comentários