Após repercussão negativa, supermercado retira patrocínio de time que contratou Bruno


A rede de Supermercados Araújo anunciou a suspensão do patrocínio ao Rio Branco Football Club (RBFC), após repercussão negativa da contratação do ex-goleiro Bruno, condenado em 2010 por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver de sua ex-companheira Eliza Samudio. A suspensão do patrocínio foi divulgado em nota de esclarecimento, na tarde de segunda-feira (28).

Na nota, a rede de supermercados afirma que não interfere nas decisões do time e que crianças e jovens do clube, consequentemente, serão penalizados. "O apoio era de fundamental importância para o trabalho realizado pelo time junto aos jovens e crianças das categorias de base, que serão duramente penalizados. Cabe ressaltar que a empresa não tem qualquer interferência nas decisões tomadas pela diretor do RBFC”, afirmou o Arasuper e Araujomix em nota.

Em entrevista ao jornalista Altino Machado, Adem Araújo, dono da rede de Supermercados Araújo e um dos principais patrocinadores do “Estrelão”, defendeu que todo mundo merece uma segunda chance ao comentar a contratação do ex-goleiro do Flamengo.

“Pelo lado humano, acho que todo mundo merece uma segunda chance. Eu, como empresário, contrato muitos ex-presidiários, que cometeram algum tipo de crime. Se não dermos chances, só vai piorar a situação dessas pessoas”, afirmou.

Comentários