Supermercado é denunciado por preços abusivos em Comissão de Defesa do Consumidor da Aleam


O supermercado Carrefour foi denunciado nesta terça-feira (16), pelo deputado estadual, Álvaro Campelo (Progressistas), na Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/ALEAM). A denúncia é pela prática de juros abusivos em cartão de crédito. De acordo com Campelo, a empresa incentiva o consumidor a endividar-se a altos juros e a continuar comprando, o que tem resultado em endividamento.

“Durante as últimas semanas, tenho recebido diversas denúncias de consumidores, que querem pagar seus débitos, mas que não têm conseguido. Além de ser inflexível em suas negociações, os juros praticados pelo Carrefour são extorsivos. Basta uma pesquisa na internet, que se constata que a empresa tem sido condenada, em vários tribunais do País, a reduzir os juros abusivos cobrados no seu cartão, além de ter que restituir valores pagos indevidamente pelos consumidores”, concluiu Campelo.

Um dos casos é de uma funcionária pública do Estado que tinha uma dívida de R$ 5 mil, parcelada em 24 vezes. Devido a dificuldades financeiras, a parcela do mês de maio não foi paga e, quando a consumidora entrou em contato com a empresa, pedindo a emissão do boleto para fazer a quitação, foi informada por uma atendente do SAC, que ela havia “quebrado” o contrato e que sua dívida atual era de R$ 10 mil, dobrando o valor inicial e com mensalidades de R$ 800, o que se tornou impossível para a cliente.

Álvaro Campelo informou, ainda, que os casos já foram informados ao Procon Estadual e se não chegarem a acordos com valores e condições aceitáveis, serão ingressadas ações no Juizado Especial Cível.


Com informações do Portal do Holanda

Comentários