No último ano de mandato, Arthur endivida a prefeitura por dez anos para construir três skate parks e um terminal de ônibus na Av. das Torres


O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, assinou o empréstimo de R$ 300 milhões com o Banco do Brasil, nesta terça-feira (9). Segundo o prefeito, que está no último ano de mandato, o dinheiro será usado para a construção do Terminal 6, na avenida das Torres; três “skate parks”; estações de transferência para melhoria do transporte público; além da demolição e construção do novo Terminal 1, na avenida Constantino Nery; entre outras obras que serão concluídas até dezembro de 2020. A prefeitura terá dez anos para pagar o empréstimo.

O novo empréstimo aumenta o endividamento da prefeitura com entidades financeiras. No ano passado, o prefeito assinou contrato de financiamento no valor de R$ 250 milhões também com o Banco do Brasil e também para investimentos em infraestrutura viária e mobilidade urbana. O valor também será pago em dez anos pelo município.

À época, a prefeitura informou que os recursos também seriam destinados para melhorar a mobilidade urbana da capital, como obras de recapeamento da segunda fase do Programa de Requalificação Viária de Manaus – Requalifica 2, dentre outras ações de infraestrutura.

Em julho de 2018, a Câmara Municipal autorizou outro empréstimo de R$ 255 milhões da Caixa Econômica. O dinheiro, segundo o projeto, seria empregado em obras de drenagem, construção de pontes e recapeamento de ruas.

Comentários