Batalhão de Policiamento Ambiental apreende pescado e madeira em situação irregular no porto de São Raimundo

Foto: Divulgação/PMAM

Pouco mais de uma tonelada de pescado do tipo pirarucu e sete metros cúbicos de madeira em situação irregular foram apreendidos pelo Batalhão de Policiamento Ambiental da Polícia Militar (BPamb) na manhã desta sexta-feira (12), no porto do São Raimundo, zona oeste de Manaus. A ação contou com a participação da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPcães).

O pescado e a madeira estavam em dois barcos do tipo recreio, que saíram do município de Tapauá (distante 448 quilômetros da capital amazonense). Tanto o pescado quanto a madeira foram encontrados nos porões das embarcações. Junto com o pescado também estavam 15 quilos de carne de animais silvestres e inclusive, quelônio.

Os responsáveis pelas embarcações não apresentaram nenhum documento indicando que o pescado era oriundo de área de manejo e nem tinham as guias de autorização do transporte e de comercialização. No caso da madeira, também não foi apresentado o documento de origem florestal. Essa documentação, nos dois casos, deve ser fornecida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Segundo o comandante do BPamb, major PM Santos Correia, cinco infratores foram detidos e conduzidos ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para os procedimentos necessários. “O pescado apreendido será doado para instituições filantrópicas do estado”, destacou.

Ele explicou que a apreensão é um desdobramento das ações do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras, do Ministério da Justiça, que conta com o apoio do Comando de Policiamento Ambiental por meio do Batalhão Ambiental.

Comentários