Agente de trânsito de Tefé é preso após ser acusado de estuprar a filha e a enteada


A equipe de investigação do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriu, nesta terça-feira (16/06), por volta das 7h30, mandado de prisão preventiva em nome de um agente de trânsito, de 38 anos, foragido do município de Tefé (distante 523 quilômetros em linha reta da capital), pelo crime de estupro de vulnerável.

A prisão do infrator foi efetuada na residência dele, na comunidade Val Paraíso, bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. A ação foi coordenada pelo delegado Márcio André Campos, titular da unidade policial. Conforme o delegado, os estupros foram praticados no mês de outubro de 2019, no município de Tefé, e tiveram como vítima a filha dele de 10 meses e a enteada de 12 anos.

“O indivíduo abusou sexualmente da filha e da enteada no mesmo dia. E as acusações são de que ele dopava a mãe das crianças para poder abusar delas”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com Campos, o agente de trânsito teve conjunção carnal com a enteada. E a criança de 10 meses teve a vagina dilacerada. No fim de outubro, ele fugiu de Tefé alegando que ia fazer uma cirurgia no olho.

A ordem judicial, em nome do indivíduo, foi expedida no dia sete de novembro de 2019, pelo juiz substituto de carreira Alex Jesus de Souza, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Tefé.


Procedimentos

O infrator foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Comentários