Justiça quer ouvir governo e prefeitura antes de decisão sobre ‘Lockdown’ em Manaus

Foto: Raphael Alves/TJAM


O desembargador Anselmo Chíxaro, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que recebeu o pedido de recurso do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), abriu prazo para que Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus se manifestem sobre o ‘Lockdown’ em Manaus pedido na peça apresentada ao TJAM.

"Acautelo-me quanto à concessão do efeito suspensivo pleiteado. Intime-se a parte Agravada para apresentar contrarrazões, no prazo de lei. Ao retornar, encaminhe-se os autos ao Graduado Órgão Ministerial. À Secretaria, para providências", diz o despacho.

No prazo de lei, o governo e prefeitura tem até 15 dias para apresentar a resposta.

Comentários