Juiz nega pedido de lockdown em Manaus e critica argumentos do Ministério Público


O juiz Ronnie Stone, da 1ª Vara da Fazenda Pública, indeferiu (negou) o pedido do Ministério Público para que o governo do Amazonas e a prefeitura de Manaus decretassem lockdown. A medida foi solicitada ontem, pelo MP, como medida extrema para evitar o crescimento no número de casos de Covid-19 na cidade.

“O pedido não veio acompanhado de base documental que dê sustentação à tutela requerida. (...) Limita-se o autor a enfatizar que as restrições já impostas não estão sendo eficazes. (...) Curiosamente, o Autor extrai sua conclusão sobre um colapso no dia 06 de maio por meio do uso de uma calculadora epidêmica que pode ser encontrado em um determinado link. Nenhum estudo técnico foi apresentado neste sentido”, afirma o juiz, em sua decisão.

Comentários