Governo do Amazonas anuncia reforma estrutural do maior pronto-socorro da zona Leste de Manaus

Governo do Amazonas anuncia reforma estrutural do maior pronto-socorro da zona Leste de Manaus



O Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, o maior da zona Leste, considerado referência em traumatologia no Amazonas, terá a parte estrutural completamente reformada, tendo suas alas recuperadas em um prazo de 180 dias, anunciou o governador Wilson Lima (PSC), na manha desta quarta-feira, 27. 

A expectativa é que sejam injetados na obra R$ 15 milhões, provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A unidade registra, em média, 10 mil atendimentos ao mês e tem sido utilizada como uma das 'portas abertas' para a triagem e admissão de pacientes com COVID-19, durante a pandemia.

Segundo Lima, os atendimentos na unidade hospitalar não serão prejudicados, uma vez que a reforma ocorrerá em etapas. Hoje, será iniciada a manutenção na parte elétrica do HPS. O Hospital também receberá novos geradores de energia, com validade de 30 anos.

O Pronto-Socorro não passa por reforma há 10 anos. O que vinha ocorrendo era a correção paliativa de problemas pontuais, como a troca de telhas e pintura, por exemplo. 

O recurso que será investido, foi redirecionado à obra através de um novo projeto do Governo do Estado, o qual foi aprovado pelo BID. Inicialmente, o recurso seria destinado à manutenção de leitos de igarapés.

Outros R$ 15 milhões serão injetados em duas outras obras. Serão reformas de maternidades geridas pela Secretaria de EStado da Saúde (Susam).

Comentários