Em Manaus, internas do regime provisório participam do Curso de Tranças e Penteados

Em Manaus, internas do regime provisório participam do Curso de Tranças e Penteados



A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) iniciou nesta terça-feira (03/03) as aulas do primeiro Curso de Tranças e Penteados para as internas do Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF), localizado no Km 08 da BR-174 (Manaus-Boa Vista).
Nove apenadas estão participando do curso que têm o término previsto para o dia 13 deste mês. A carga horária total é de 60 horas, e as aulas acontecem de segunda a sexta-feira, com duração de seis horas por dia. As internas inscritas fazem parte do projeto de ressocialização “Lisbela”.
No curso, as internas irão aprender como criar variados modelos de penteados e tranças, além do manuseio correto dos materiais específicos para a realização da atividade. Posturas ética e profissional no ambiente de trabalho também fazem parte do conteúdo programático.
Para a diretora do CDPF, tenente Socorro Freitas, a capacitação profissional é fundamental para a ressocialização das internas. “O curso tem como objetivo qualificar e aperfeiçoar as reeducandas para atuarem no mercado de trabalho, de forma ética e profissional, utilizando das técnicas absorvidas durante as aulas, visando o bom desempenho e oferecendo serviços de penteados e tranças de qualidade”.
Ao final do curso, as apenadas receberão certificação e o direito a remir um dia de suas penas a cada 12 horas de estudo, conforme prevê a Lei de Execução Penal (LEP).
Parceria – O Curso de Tranças e Penteados é realizado pela Seap em parceria com a empresa cogestora Umanizzare Gestão Prisional.
Projeto Lisbela – Criado desde 2014 no CDPF, é responsável por promover qualificação profissional na área de estética e imagem pessoal, e ajudar na autoestima das detentas.

Comentários