Acusado de abusar sexualmente de criança de dois anos é preso em Borba



Policiais civis da 74ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Borba, coordenados pela escrivã Carla Vieira, que está respondendo interinamente pela titularidade da unidade policial, cumpriram na manhã do dia 28 de janeiro deste ano, por volta de 11h40, mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável, em nome de um homem de 43 anos. A vítima, uma criança do sexo masculino de 2 anos de idade, é neto da companheira do infrator.

De acordo com a gestora interina, a equipe de investigação teve conhecimento do caso depois que a mãe da vítima, no início do mês de dezembro, em banhos diários na criança, notou que havia lesões no ânus do menino. Na ocasião, a mãe da vítima, que tem 20 anos, levou o menino para uma unidade hospitalar da cidade (distante 151 quilômetros em linha reta da capital), momento que foi orientada a ir na delegacia para relatar o fato.

“A criança é próxima da avó, então o menino dormia no quarto com a avó e o companheiro em um quarto, enquanto a mãe do menino dormia com outra filha em outro cômodo da casa, situada no bairro Recreio, em Borba. Nessas noites em que o menino dormia com o homem, ele era abusado sexualmente. Após o registro e exames do Instituto Médico Legal (IML), foi constatado que os atos libidinosos haviam acontecido fazia pouco tempo. Momento que foi representado pelo pedido de mandado de prisão em nome do infrator”, disse Vieira.

Segundo Vieira, quando o homem soube que tinha sido denunciado, fugiu do município, porém as buscas para localizá-lo seguiram. A equipe policial encontrou o infrator em uma embarcação que estava passando pela cidade. A ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 18 de dezembro de 2019, pele Juízo de Direito da Comarca de Borba.

Indiciamento – O homem foi indiciado por estupro de vulnerável. Ele está custodiado na carceragem da delegacia, à disposição da Justiça.

Comentários