Fundação Alfredo da Matta registra mais de 16 mil cirurgias em 2019




Considerada referência no Amazonas, a Fundação de Dermatologia Tropical e Venereologia Alfredo da Matta (Fuam) realizou, de janeiro a setembro de 2019, mais de 16 mil cirurgias, em sua maioria, voltadas ao tratamento de doenças da pele, incluindo o câncer.

Os dados fazem parte dos indicadores disponíveis no Sistema de Informações Governamentais do Amazonas. A Fuam é uma instituição pública, que faz parte da estrutura de saúde do Governo do Amazonas.

A tabela mostra que apenas 26 cirurgias foram realizadas durante todo o ano de 2018.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), vinculado ao Ministério da Saúde, o câncer de pele não melanoma, um dos tipos da doença de maior incidência no País, ocupa o terceiro lugar na tabela de estimativas para o Amazonas, para o sexo masculino. A previsão é de 480 novos casos/ano.

Entre as mulheres, fica em segundo, com projeção anual de 600 diagnósticos, perdendo apenas para o câncer de colo uterino.

São 23,23 casos para cada 100 mil homens e 29,16, para o mesmo grupo de mulheres, considerando a taxa bruta de incidência.

Já o câncer de pele melanoma, considerado mais raro e mais agressivo, tem previsão de 20 casos/ano, todos em mulheres.

Comentários