Caso Flávio: Polícia cumpre mandados de busca e apreensão na casa de genro da primeira-dama de Manaus




A Polícia Civil do Amazonas cumpre, desde o início da manhã desta quarta-feira, 11, mandados de busca e apreensão nas residências de um policial militar, localizada no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, e de Igor Gomes, genro da primeira-dama da capital, Elisabeth Valeiko.

A ação foi realizada a pedido do Ministério Público do Estado (MP-AM), como parte das investigações do homicídio do engenheiro da Ambev, Flávio Rodrigues, 42, morto há cerca de dois meses.

A suspeita é de que o engenheiro tenha sido morto na casa do genro da primeira-dama, o qual é casado com Paola Valeiko, indiciada no caso Flávio por fraude processual, já que teria ocultado provas após a morte do engenheiro.

O filho da primeira-dama, Alejandro Valeiko, 30, foi indiciado pelo homicídio. A morte ocorreu, segundo as investigações, durante uma festa na casa onde Alejandro morava, no condomínio de luxo Passaredo, no Tarumã, local onde a vítima foi vista pela última vez com vida. O imóvel pertence a Igor Gomes.

Em nota, o MPAM informou o seguinte: "o Ministério Público do Amazonas (MPAM), por intermédio da 16ª Promotoria de Justiça com atuação na 2ª Vara do Tribunal do Júri (16ª PJ), realiza, na manhã desta quarta-feira (11), o cumprimento de mandados de busca e apreensão com o objetivo de reforçar as investigações da morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, fato ocorrido na noite do dia 29 de setembro de 2019".

"Os mandados estão sendo cumpridos em residências de duas pessoas ligadas a Alejandro Molina Valeiko. As investigações estão sob responsabilidade dos Promotores de Justiça Igor Starling, titular da 16ª PJ, Armando Gurgel e Edinaldo Medeiros, designados pela Procuradora-Geral de Justiça para atuarem no caso. Os mandados foram expedidos pela Justiça do Amazonas, através da Central de Mandados".

Comentários